De que forma é possível economizar em viagens e aproveitar os destinos?

economizar em viagens

De que forma é possível economizar em viagens e aproveitar os destinos?

1024 683 Blog do Costão do Santinho

Foi-se o tempo em que viajar era uma prática destinada a quem tem muito dinheiro. Hoje, quase todas as pessoas podem, sim, colocar o pé na estrada e embarcar em uma nova aventura. O segredo, porém, é aprender como economizar em viagens para conseguir aproveitar ao máximo a experiência e, inclusive, voltar para casa com um dinheiro extra para as despesas cotidianas.

A princípio, existe quem imagine ser impossível realizar essa missão com eficiência. Mas acredite: com um pouco de esforço (e muita informação), você perceberá que explorar diferentes destinos pode ser mais simples e acessível do que parece. Nesse caso, vale fugir um pouco do óbvio e seguir truques que são praticados há muito tempo pelos viajantes experientes.

Quais são eles? É o que contamos neste post. Se você quer tirar uns dias para curtir uma praia ou conhecer aquela cidade dos sonhos, continue acompanhando a leitura e aprenda como transformar esse desejo em realidade!

Pesquise com antecedência

Quando falamos sobre economizar em viagens, não há escapatória: a primeira recomendação é iniciar o planejamento com antecedência. Isso porque, quando nos programamos, temos mais tempo para cortar as despesas desnecessárias, juntar dinheiro e, inclusive, encontrar as hospedagens com maior custo-benefício.

Ainda vale ressaltar que, se a sua ideia é viajar de avião, é muito importante adquirir os seus bilhetes com certa antecedência. Normalmente, as companhias aéreas realizam promoções exclusivas que, muitas vezes, permitem que os consumidores comprem uma passagem área barata e por até a metade do seu valor tradicional.

Se quiser monitorar essas ofertas, uma boa saída é baixar aplicativos desenvolvidos exclusivamente para avisar aos usuários quando há queda nos preços dos tickets. Os mais utilizados são:

Visite atrações gratuitas

Independentemente do destino escolhido para a sua viagem, uma coisa é certa: todas as cidades têm atrações gratuitas. Atualmente, muitos turistas encaram essa alternativa como uma excelente forma de economizar, especialmente se boa parte da sua verba já foi destinada ao transporte, hospedagem e alimentação.

Cidades grandes, por exemplo, costumam eleger um dia específico do mês ou semana para oferecerem free pass em museus, exposições e outras programações de cunho cultural. Há ainda a opção de visitar parques, jardins, praias e outros pontos turísticos públicos e liberados aos visitantes.

Ao priorizar um roteiro de viagem com atividades gratuitas, você conseguirá guardar uma quantia considerável do seu orçamento para, quem sabe, fazer umas comprinhas ou pagar as contas quando chegar em casa.

Fique mais tempo em um mesmo lugar

Se deslocar de um destino para o outro pode sair caro. Por isso, outro truque para economizar em viagens é tentar passar mais tempo em um mesmo local.

Até porque, ao abraçar essa ideia você conseguirá poupar e ainda explorar a fundo a localidade, aprender como funciona o transporte público e absorver o lifestyle da região.

Em pouco tempo, já não será segredo descobrir os restaurantes mais baratos e próximos de onde você se hospedou e os locais que permitem as chamadas “pechinchas”. Pense nisso!

Invista em um pacote All Inclusive

Já imaginou viajar com tudo incluso? Isso mesmo! Também chamados de pacotes All Inclusive, esses sistemas de viagem são bastante conhecidos em resorts e permitem que os visitantes realizem refeições completas sem nenhum custo extra.

Estamos falando de uma espécie de “pacote VIP”, onde você conseguirá tomar os melhores drinks, fazer o seu café da manhã, almoço e janta sem se preocupar com gastos surpresas em restaurantes ou lanchonetes.

É claro que não acaba por aí. Além de ser uma alternativa prática, o modelo All Inclusive conta com outras vantagens imperdíveis, como:

  • segurança: não será preciso pegar a sua carteira enquanto estiver no resort. Afinal, todas as refeições e bebidas já estão dentro do pacote;
  • valor atrativo: o preço dessas hospedagens contam com um custo-benefício interessante e, muitas vezes, costumam sair mais em conta do que um serviço tradicional;
  • sem dor de cabeça: você não precisará se preocupar com nada além de diversão. Encarar filas gigantes em restaurantes, se assustar com o preço da conta ou se decepcionar com uma indicação? No sistema All Inclusive, esses problemas não existem;
  • mais diversão: de acordo com o resort escolhido, é possível que a modalidade All Inclusive ainda seja composta por atrações gratuitas, como os programas de lazer ou entretenimento. As crianças adoram e não pesa no bolso!

Alugue uma bicicleta

Ônibus, metrô, táxi e gasolina — todos esses elementos significam gastos extras no seu orçamento de férias. Entretanto, o cenário pode ser mudado caso você decida alugar uma bicicleta e conhecer a cidade de uma maneira diferenciada.

Nos últimos anos o número de pessoas que estão adquirindo esse meio de transporte vem aumentando, seja por conta da sua praticidade, versatilidade ou, até mesmo, economia. Com a bike, você não precisará se preocupar com combustível, estacionamento e, de quebra, conseguirá exercitar o corpo e a mente.

Tal sugestão é ainda mais valiosa caso os seus planos sejam de visitar uma cidade litorânea ou qualquer outra região que aceite bem a bicicleta. No Brasil, o que não faltam são destinos para utilizá-la. Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA) são os principais. Escolha o seu preferido!

Tente não usar o cartão de crédito

O cartão de crédito pode ser um grande aliado nos momentos de perrengue. Ainda assim, a sugestão de ouro é evitar usá-lo durante uma viagem, principalmente se estivermos falando de destinos internacionais. Mesmo que você calcule os impostos cobrados e consiga converter o valor da moeda do local, estará correndo um grande risco de se assustar com o total da sua fatura no fim do mês.

A situação ainda pode se agravar, uma vez que o preço do Euro ou Dólar é cobrado de acordo com o câmbio vigente na data de vencimento da sua fatura, e não no dia em que a compra foi realizada. Em outras palavras, fuja dessa cilada!

Por fim, lembre-se também de contatar a operadora do seu cartão e avisar que estará saindo de férias. Esse cuidado serve para evitar que a sua conta seja bloqueada e compras fraudulentas ocorram enquanto você estiver longe.

Viu só? Após conferir as nossas dicas, ficou claro que economizar em viagens não é um bicho de sete cabeças — e você pode, tranquilamente, explorar inúmeros destinos no Brasil e no mundo.

Após se aprofundar no assunto, aproveite para assinar a nossa newsletter e receber outros conteúdos exclusivos sobre turismo em primeira mão. Eles farão toda a diferença no seu planejamento!

Leave a Reply